Comunicado ABRA - 03 Outubro 2011

2 comunicados nesta secção

Moderadores: itarroso, Moderador Geral

Comunicado ABRA - 03 Outubro 2011

Mensagempor vitorc em Terça Out 18, 2011 23:23

COMUNICADO

A ABRA sempre pautou a sua conduta pelos princípios da seriedade e honestidade, pelo que, na sequência das recentes acusações trazidas a lume, tem por bem prestar os seguintes esclarecimentos:

No dia 26 de Setembro de 2011, numa reunião realizada entre a ABRA e a empresa municipal Agere, a ABRA foi acusada de estar a desenvolver actividades ilícitas, relacionadas com a adopção de animais do canil municipal de Braga. Tais acusações foram proferidas depois de a AGERE ter sido, alegadamente, contactada por elementos da Lucky Dogs , uma associação recentemente formada na Alemanha.

Na mencionada reunião, foi entregue à ABRA uma lista com cerca de 100 animais, supostamente retidos em hotel, já preparados para seguir viagem e com os donos na Alemanha a pagar as respectivas mensalidades. Foi, ainda, acusada de reter os animais em hotel para lucro próprio.

As acusações proferidas culminaram com a publicação de uma notícia no jornal Diário de Noticias, a qual está eivada de falsidades e inverdades.

Assim, recaem sobre a ABRA as seguintes acusações:

i. A ABRA é acusada de enviar cães do canil para a Alemanha a troco de dinheiro e de enriquecimento ilícito


A ABRA mantém uma sólida parceria de cinco anos com a associação 4 Happy Paws, que divulga os animais da ABRA no seu site. Esta colaboração já permitiu a adopção de inúmeros animais que, de outro modo, teriam sido abatidos.
A adopção de animais na Alemanha, processa-se do seguinte modo:

1. Para animais do canil:
a) A 4 Happy Paws contacta a ABRA sempre que surge um interessado em adoptar determinado animal, com o intuito de averiguar se o mesmo ainda se encontra disponível para adopção;
b) Se o animal ainda se encontrar no canil, e portanto em risco de abate iminente, a ABRA procura saber se há alguma família de acolhimento temporário (FAT) disponível para o receber. A necessidade de procurar FAT em vez de hotel prende-se com o facto de serem poucos os adoptantes que conseguem suportar mais essa despesa, uma vez que a adopção do animal implicará custos inerentes às acções/processos referidos na alínea f);
c) Não havendo FAT, a ABRA informa a 4 Happy Paws sobre essa situação mas por vezes surgem padrinhos/madrinhas disposto a assegurar a estadia do animal em hotel;
d) Só depois de o animal estar livre do abate – ou seja, em FAT ou em hotel - é que a ABRA confirma a sua disponibilidade para posterior adopção à associação alemã;
e) Após verificadas as condições da alínea anterior, a 4 Happy Paws começa o processo de avaliação dos candidatos a adoptantes, que inclui entrevistas e visitas ao domicílio para aferir as condições que os adoptantes possuem para acolher o animal.
f) Só depois de uma avaliação positiva dos interessados, a ABRA inicia a preparação da viagem dos animais, que consiste em:
i) recolher sangue para análise na Alemanha (com o objectivo de despistar doenças como leishmaniose, babesiose, ehrlichiose, entre outras),
ii) vacinar contra a raiva com um mínimo de 21 dias de antecedência em relação à viagem, de acordo com a lei,
iii) vacinar contra as doenças infecto-contagiosas,
iv) esterilizar os animais,
v) inserir o dispositivo de identificação electrónica (microchip),
vi) emitir o passaporte do animal, que é obrigatório para viagens dentro da União Europeia,
vii) tratar de eventuais problemas de saúde detectados nas análises sanguíneas ou outros.
g) Paralelamente, a ABRA apela a padrinhos de voo no seu site. A ajuda dos padrinhos de voo consiste no acompanhamento dos animais por pessoas que se desloquem de avião às cidades onde se encontram os futuros donos, no sentido de agilizar o processo de adopção, permitindo que os animais cheguem ao seu destino mais rapidamente e a preços mais baixos.

2. Para animais que já se encontram em FAT ou Hotel:
A ABRA certifica-se que está assegurada a estadia dos animais ate à conclusão da preparação destes para a viagem, conforme assinalado nas alíneas e) a g) do ponto 1.

Todo este processo pode ser muito demorado, sobretudo pela dificuldade em conseguir padrinhos de voo para os destinos em causa. Durante este período os animais permanecem em FAT ou em hotéis, sendo o pagamento das mensalidades de hotel assegurado por padrinhos/madrinhas.

A preparação do animal para a viagem descrita na alínea f) implica custos que são reembolsados na sua totalidade, pelos adoptantes alemães, à 4 Happy Paws. É importante clarificar aqui que estes animais não são "comprados" pelos adoptantes e muito menos "vendidos" pela ABRA e pela associação alemã. Trata-se do pagamento, efectuado pelos adoptantes, dos custos inerentes à preparação da viagem do animal. A 4 Happy Paws recebe este dinheiro e transfere depois para a ABRA, que efectua o pagamento às clínicas veterinárias correspondentes. Mais se acrescenta, que todos os custos inerentes a deslocações a veterinários e idas ao aeroporto ficam por conta da ABRA, que assume na íntegra estas despesas, tais como gasóleo, aquisição de transportadoras, pagamento de portagens, etc.
Assim, a suspeita de envio de animais para a Alemanha a troco de dinheiro é TOTALMENTE descabida. A ABRA apresentará as devidas provas e comprovativos a quem de direito e logo que seja solicitada para o efeito.


ii. A ABRA é acusada de não proceder à entrega dos animais aos alegados adoptantes.


Da lista de cerca de 100 animais facultada pela AGERE na reunião supra indicada (único documento que foi fornecido à ABRA) e que alegava pagamentos prolongados de mensalidades de hotéis, verificou-se que a mesma reflecte uma manipulação dos dados constantes do sítio da ABRA na internet, http://www.abra.org.pt.

Assim, dos 97 animais constantes da lista, apenas dois têm efectivamente dono na Alemanha e encontram-se a aguardar viagem, sendo a sua permanência em hotel assegurada por padrinhos/madrinhas portugueses, ou seja, a sua estadia não está a ser paga pelos próprios adoptantes.

Alguns dos animais indicados, cerca de dez, foram adoptados após a sua estadia em hotel por pessoas que, por residirem fora de Braga, não podiam acolhê-los de imediato, pelo que foi solicitada à ABRA a sua retirada para Hotel de modo a libertar boxes do canil e assim evitar mais abates.

Quanto aos restantes animais indicados na lista, verifica-se que:
- Ou foram abatidos quando se encontravam no canil, pelo veterinário municipal;
- Ou têm a sua permanência em hotel assegurada, na íntegra, por voluntários;
- Ou não possuem, de momento, qualquer dono, permanecendo no hotel graças à generosidade dos padrinhos/madrinhas. Estes continuam a proceder ao pagamento, junto do hotel respectivo e sem a interferência da ABRA, da mensalidade devida pela sua permanência em tais instalações, de modo a mantê-los fora de perigo de abate enquanto aguardam um novo dono.

Todos os animais com dono na Alemanha já seguiram viagem ou encontram-se a aguardar padrinho de voo, sendo por isso falso que a ABRA não entrega os animais aos adoptantes.

Além disto, na sequência das acusações proferidas, a ABRA encetou algumas diligências no sentido de tentar apurar o porquê da presente acusação. Infelizmente encontraram-se indícios de existir uma rede externa à ABRA que, fazendo-se passar por colaboradora da associação, procede à divulgação dos animais que se encontram no site da ABRA. Esta rede dá, aos interessados nos animais, falsas garantias da concretização da adopção, desde que os mesmos efectuem o pagamento da estadia desses animais em Hotel.
Porém, nem a ABRA nem a 4 Happy Paws são, ou foram, contactados pelos alegados donos, uma vez que todo este processo é feito à revelia de ambas as associações. Os responsáveis desta rede contactam a ABRA dizendo que têm apadrinhamento para a estadia destes animais num hotel, e assinam o termo de responsabilidade assegurando o pagamento dessa estadia, sem, contudo, alertar a ABRA ou a 4 Happy Paws para a existência de pessoas alemãs interessadas na adopção dos animais. Face à ausência de tal comunicação, não foi nem será possível dar início ao processo de avaliação e preparação descritas nas alíneas e) e f) do ponto anterior.

A ABRA reitera, uma vez mais, que só se responsabiliza pelos contactos efectuados directamente com a associação, designadamente através do endereço electrónico da associação (abra.associacao@gmail.com).


iii. A ABRA é acusada de reter os animais em hotel para lucro próprio.


Algum tempo após o início da actividade da ABRA, começaram a surgir pressões/difamações de várias pessoas externas à associação e desconhecedoras da realidade do canil municipal de Braga, revoltando-se contra o número de abates praticados neste canil onde a ABRA faz voluntariado. A ABRA é, inclusive, frequentemente apelidada de grupo de "assassinos", apesar de nada ter a ver com os abates, os quais são da exclusiva responsabilidade do veterinário municipal. Aliás, a gestão do canil, desde recolha de animais errantes, cobrança de taxas de abates quando são entregues animais no canil/gatil pelos próprios donos e, bem assim, o abate dos animais que lá se encontram depositados, pertence à AGERE.

Infelizmente, a maioria destas pessoas nunca se preocupou em saber o que acontece aos animais errantes e/ou depositados no canil pelos antigos donos, apesar de a ABRA sempre ter tido uma atitude de abertura perante a comunidade, tendo por hábito convidar as pessoas a visitar o canil e a conviver com os animais, com o objectivo de mostrar que os animais se encontram em condições dignas e são tratados humanamente graças ao trabalho diário da associação.
A transparência da ABRA abalou, por isso, muitas mentalidades, que optaram por se virar contra a associação em vez de averiguar o que acontece nos outros canis municipais, inclusive nas suas áreas de residência.

No seguimento de tais acusações, a ABRA começou a ser contactada por pessoas que, na impossibilidade de adoptar um determinado animal, nos solicitavam a sua retirada para FAT com quem a ABRA colaborava, no intuito de que a sua vida fosse salva. Infelizmente, a lotação das FAT esgotou entretanto, pelo que várias pessoas começaram a procurar alternativas, designadamente os hotéis.

A saída de animais do Canil Municipal para Hotel processa-se do seguinte modo:

a) A ABRA recebe uma solicitação de alguém que deseja retirar determinado animal para hotel;
b) É-lhe explicado que a ABRA não tem qualquer envolvimento nem responsabilidade sobre o hotel;
c) É-lhe pedido o preenchimento de um termo de responsabilidade com tudo o que implica a saída do animal;
d) Toda e qualquer transacção monetária é feita entre padrinho e hotel, sem passar pela ABRA.
e) A ABRA continua a zelar pelo bem-estar dos animais em hotel e a divulgá-los através do site e de campanhas de adopção.


Mais uma vez salientamos que, no caso de um animal seguir para hotel, o pagamento da estadia dos animais é efectuado directamente pelo padrinho/madrinha ao hotel, sendo tal transacção completamente alheia à ABRA. Mais uma vez, a ABRA poderá apresentar as devidas provas e comprovativos a quem de direito e logo que seja solicitada para o efeito.


iv. A ABRA é acusada de deter o monopólio do Canil Municipal de Braga

A associação foi reiteradamente acusada pela AGERE, EM, na reunião indicada, de querer manter uma posição de exclusividade no que respeita às adopções dos animais do Canil Municipal de Braga. Tal acusação não corresponde à verdade.

Ao longo destes quase sete anos, a ABRA tem estabelecido parcerias, a primeira das quais com a 4 Happy Paws.

Para além da Alemanha, a ABRA realiza também adopções nas zonas de Lisboa, Porto e Vila Real, através de colaboradoras locais que verificam as condições dos candidatos a adoptantes.

A adopção de um animal é um compromisso que requer grande responsabilidade, pelo que a avaliação e acompanhamento de potenciais adoptantes só pode ficar a cargo de pessoas/entidades de inteira confiança, como é o caso das actuais colaboradoras.

A ABRA não compactua com atitudes fundamentalistas de querer salvar animais do abate de forma desenfreada, sem qualquer preocupação com o seu futuro. A associação promove as adopções conscientes e responsáveis, tendo como principal preocupação assegurar o bem-estar do animal.

A associação alemã recém-formada, de nome Lucky Dogs, nunca contactou a ABRA, no sentido de efectuar uma parceria ou de solicitar esclarecimentos mais detalhados sobre os procedimentos de adopções para a Alemanha, preferindo recorrer à via litigiosa.

A ABRA rejeita veementemente todas as acusações a si imputadas e reserva-se no direito de utilizar todos os meios ao seu alcance para que, em sede própria, toda a verdade seja reposta.

Informamos ainda que a AGERE denunciou o protocolo celebrado com a ABRA e que se encontrava em vigor desde 26 de Novembro de 2008. Apesar de tal denúncia só produzir efeitos a partir do próximo dia 26 de Novembro de 2011, têm ocorrido violações reiteradas de várias cláusulas do mencionado protocolo, por parte da AGERE, EM, desconhecendo-se qual o futuro da colaboração, existente até à data, entre a ABRA e o Canil Municipal de Braga. Esta colaboração tem permitido, nos últimos seis anos, que os animais recolhidos e entregues no canil para abate tenham uma estadia digna, com direito não só a alimentação, mas também a boas práticas na sua acomodação e carinho diário que muitos nunca tiveram até à sua entrada no canil.

Braga, 3 de Outubro de 2011

A Direcção da ABRA
Na vida, o importante não é o destino mas sim a viagem - "Marley e eu"
Avatar do utilizador
vitorc
 
Mensagens: 771
Registado: Terça Abr 18, 2006 23:59
Localização: Braga

Re: Comunicado ABRA - 03 Outubro 2011

Mensagempor PATINHAS em Quarta Out 19, 2011 11:44

É tempo de dar a voz pela missão da ABRA e pelos animais do canil!
A Agere viola as regras do bem estar animal, não se preocupando o seu destino...
Onde estarão todos estes patinhas?
Leiam o q disse no matisse!
PATINHAS
 
Mensagens: 1339
Registado: Terça Maio 04, 2010 12:08
Localização: Santo Tirso

Re: Comunicado ABRA - 03 Outubro 2011

Mensagempor dolfa em Quarta Out 19, 2011 12:15

:shock: Bem...
Ora ainda bem que disponibilizaram o tópico para quem quiser cá vir dizer algo e de certeza que virão algumas pessoas que n se conformam com o que por aqui vai, vou retirar excertos do V/Comunicado que me parecem da maior importância:

"Além disto, na sequência das acusações proferidas, a ABRA encetou algumas diligências no sentido de tentar apurar o porquê da presente acusação. Infelizmente encontraram-se indícios de existir uma rede externa à ABRA que, fazendo-se passar por colaboradora da associação, procede à divulgação dos animais que se encontram no site da ABRA. Esta rede dá, aos interessados nos animais, falsas garantias da concretização da adopção, desde que os mesmos efectuem o pagamento da estadia desses animais em Hotel.
Porém, nem a ABRA nem a 4 Happy Paws são, ou foram, contactados pelos alegados donos, uma vez que todo este processo é feito à revelia de ambas as associações. Os responsáveis desta rede contactam a ABRA dizendo que têm apadrinhamento para a estadia destes animais num hotel, e assinam o termo de responsabilidade assegurando o pagamento dessa estadia, sem, contudo, alertar a ABRA ou a 4 Happy Paws para a existência de pessoas alemãs interessadas na adopção dos animais. Face à ausência de tal comunicação, não foi nem será possível dar início ao processo de avaliação e preparação descritas nas alíneas e) e f) do ponto anterior."

"A associação alemã recém-formada, de nome Lucky Dogs, nunca contactou a ABRA, no sentido de efectuar uma parceria ou de solicitar esclarecimentos mais detalhados sobre os procedimentos de adopções para a Alemanha, preferindo recorrer à via litigiosa."

"Informamos ainda que a AGERE denunciou o protocolo celebrado com a ABRA e que se encontrava em vigor desde 26 de Novembro de 2008. Apesar de tal denúncia só produzir efeitos a partir do próximo dia 26 de Novembro de 2011, têm ocorrido violações reiteradas de várias cláusulas do mencionado protocolo, por parte da AGERE, EM, desconhecendo-se qual o futuro da colaboração, existente até à data, entre a ABRA e o Canil Municipal de Braga. Esta colaboração tem permitido, nos últimos seis anos, que os animais recolhidos e entregues no canil para abate tenham uma estadia digna, com direito não só a alimentação, mas também a boas práticas na sua acomodação e carinho diário que muitos nunca tiveram até à sua entrada no canil."

Posto isto e depois de realçar os pontos mais importantes que convém mais tarde, mal tenham novas informações, sejam colocados aqui para que todos os foristas deste site tenham delas conhecimento, apraz-me perguntar se a situação misteriosa da saida de alguns cães do canil se deve tb a esta, digamos, confusão toda.
Temo que n me saibam responder porque os animais foram retirados á vossa revelia, nem vocês sabem o que lhes aconteceu nem para onde foram...
Infelizmente é por isso que n posso enviar desde já os parabéns a quem ou o quê os levou, ninguem sabe o nome da pessoa/"Entidade" nem para que fim os foram buscar, presumivelmente para serem adoptados, carece de confirmação e depois carece tb de noticias dessas mesmas boas familias adoptantes.
Mesmo assim n precisam ficar tristes porque uns quantos sairam do canil, vocês voluntários terão essa ajuda suplementar que se crê seja prolongada no tempo, para que assim, ainda mais amiguinhos possam desfrutar duma vida plena.
Vocês continuem a levar os canitos a passear, a limpar as boxes, a dar-lhes a comidinha, a lavar-lhes os pedacinhos de tecido que os protegem no Inverno e a fazer-lhes a ultima festinha antes de irem atravessar a Ponte do Arco-Iris porque os animais reconhecem o vosso carinho e Humanidade.
A grande chatice é se a Agere vos expulsar de lá, correm esse risco, n é? Pois...então e depois quem fará o que vocês têm feito? É que n basta sairem 2 ou 3 e os outros ficarem sem dignidade alguma...se ao menos levassem todos!...
Psiu!!! O canil de Monsanto tá nas lonas, já tá assim há um bom bocado, a minha sugestão é que venham fazer voluntariado cá para baixo, pode ser que assim chamem bastante a atenção e depois os canitos de Monsanto possam ir saindo tb , assim aos 2 e 3, era uma grande ajuda.
Tenho de fazer um voto de protesto!! Então e os gatos?! Não são tb filhos de Deus? Que discriminação racial! Os gatos n saem?

Desejo do fundo do coração que se mantenham nesse canil por muitos e longos anos, sempre a ajudar os animais, todos os animais, seja com o mimo duma mão estendida, seja pela adopção que conseguiram.
E espero que se resolva todo este imbróglio e que saibamos para onde foram os animais que sairam do canil de braga.
Á saida do cinema uma pulga pergunta a outra:
- Vamos de carro ou de cão?



Tufo lindo do meu coração...amar-te-ei até ao final dos tempos!...
Avatar do utilizador
dolfa
 
Mensagens: 2908
Registado: Sexta Jan 02, 2009 18:20

Re: Comunicado ABRA - 03 Outubro 2011

Mensagempor PATINHAS em Quinta Out 20, 2011 09:54

Obrigado Dolfa!!
Parece que temos conciências adormecidas ou então ninguém está preocupado!
Mas eu e a Daniela vamos lutar pelo verdade na reunião com a AGERE!!!!!!!!
PATINHAS
 
Mensagens: 1339
Registado: Terça Maio 04, 2010 12:08
Localização: Santo Tirso

Re: Comunicado ABRA - 03 Outubro 2011

Mensagempor abralili em Quinta Out 20, 2011 10:15

Bom dia

Sim mal haja alguma novidade informamos

Tudo que se está a passar é à revelia da ABRA, não fomos contactados por essa associação nem sabemos como funcionam.

Aconteceram episódios muito tristes e lamentamos que existam ainda pessoas que se deixam enganar pelo facilitismo.
Sabemos que somos constantemente acusados que não queremos dar os animais e isso para quem pensa no bem estar dos animais sabe que é mentira, a ABRA sempre se preocupou com os animais no canil, luta diariamente para que tenham dignidade e conforto e só entrega animais a pessoas responsáveis e que nos garantam o bem trato animal e mesmo assim somos constantemente enganados...

Dar animais é super fácil e parece que é isso que as pessoas aplaudem, não interessa a quem nem como, só interessa que foram salvos do abate (naquele momento) dar animais com responsabilidade e tentar lutar pelo controlo da taxa de natalidade é uma luta constante e infelizmente uma pequena minoria se preocupa com isso.

Estamos aqui por eles e só por eles , por isso ainda não desistimos, nunca pedimos nada em troca, nunca nos queixamos, mas também não é justo o constante ataque que somos alvos só pq fazemos algo…. Muitas vezes passa-nos pela cabeça que se estivéssemos a ocupar o tempo com outras coisas a vida seria mt mais fácil
:cry:
abralili
 
Mensagens: 489
Registado: Sexta Abr 28, 2006 16:01

Re: Comunicado ABRA - 03 Outubro 2011

Mensagempor vitorc em Quinta Out 20, 2011 11:21

O que me custa mais nesta história é sermos acusados de ganhar dinheiro com o nosso voluntariado. Custa imenso ouvir acusações destas por quem se diz amigo de algo.

Como foi dito no ultimo post, nunca pedimos nada em troca e nunca nos queixamos das imensas injustiças que dizem sobre nós, mas esta de sermos acusados directamente na Câmara e na comunicação social sem qualquer hipótese de defesa, foi um golpe demasiado baixo.

Pessoalmente falando dou muito de mim ao voluntariado. Faço imensos Kms com os meus meios, passo imensas horas no voluntariado de forma graciosa. Tudo por eles que não têm voz.

E sou acusado da forma mais vil!
Na vida, o importante não é o destino mas sim a viagem - "Marley e eu"
Avatar do utilizador
vitorc
 
Mensagens: 771
Registado: Terça Abr 18, 2006 23:59
Localização: Braga

Re: Comunicado ABRA - 03 Outubro 2011

Mensagempor Mariana em Quinta Out 20, 2011 12:16

É muito triste chegar a este ponto em que somos humilhados nas redes sociais e redes de comunicação social e ainda mais pela própria câmara que conhece (ou pelo menos devia conhecer) o nosso trabalho, o esforço que fazemos para estar lá a fazer o trabalho sujo, mas ao mesmo tempo muito gratificante com o qual já não conseguimos viver e por isso temos aguentdo as criticas, os insultos etc.

Chegamos ao ponto de estar a brincar com um animal e a pensar provavelmente amanhã já não estás aqui, mas o mais triste é não saber onde estarás tu amanhã se não estiveres aqui?? Agora eles desaparecem, e nós que cuidamos deles, que preparamos as caminhas quentinhas,que limpamos a box não temos direito a qualquer informação sobre o destino destes animais.

Força ABRA, estamos todos de consciência tranquila pois somos nós que abdicamos da família, dos amigos.
Somos nós que estamos no canil a tratar, a cuidar, a mimar em vez de estar ir para as redes sociais criticar.
Mariana
 
Mensagens: 82
Registado: Terça Ago 24, 2010 15:03

Re: Comunicado ABRA - 03 Outubro 2011

Mensagempor PATINHAS em Quinta Out 20, 2011 12:54

Porque acredito na missão da ABRA e no empenho dos voluntários a troco do bem estar animal, que vou junto da AGERE lcom a Daniela lutar pela verdade!
PATINHAS
 
Mensagens: 1339
Registado: Terça Maio 04, 2010 12:08
Localização: Santo Tirso

Re: Comunicado ABRA - 03 Outubro 2011

Mensagempor Lidia Lima em Quinta Out 20, 2011 13:59

Ora bem, vou deixar aqui o meu testemunho!
Há algum tempo atrás "decidi" que havia de "salvar" uma menina do canil de Braga e ofereci-me para ser FAT da ZOYA (estão lembrados dela? aquela cadelinha com uma orelhas "gandes" em pé, que diziam ser de "morcego :x ). Enviei e-mail à ABRA ao qual a direcção da Abra respondeu e logo que houve disponibilidade vieram trazer a menina a minha casa (neste caso o Vitor, que "dá bem o corpo ao manifesto" por estes meninos). Viram o ambiente e a menina ficou. Nunca recebi nada da Abra em termos de alojamento, tratamentos médicos, alimentação, etc. porque a questão não se colocou nem eu quereria...). A Zoya foi adoptada por um familiar de uma amiga da minha filha, foi entregue já esterilizada, por mim (Porque eu assim o quiz, a Abra pagou à clinica mas eu transferi o total do esterilização...).
Depois veio a AIDEN (a cadelinha que até hoje mais "marcou" o meu marido, que durante uma semana chorou baba e ranho quando foi embora) nas mesmas condições da Zoya, (também trazida pelo incansável Vitor), cuidamos dela (sem nada pedir à Abra), esterizamo-la também (já nem me lembro mas acho que paguei metade porque eu quis...) Depois chegou o dia e esta linda foi para a Alemanha e parece estar muito feliz...
Depois veio a APRIL (a minha doce Becky) que nós alimentamos e tratamos (vinha com tosse da canil e malassésia) e não pedimos qualquer valor à Abra (até porque eles e os voluntários andam "sempre nas lonas" a ajudar tantos meninos), até que decidimos passar a FAD e foi a melhor opção que fizemos. Adoptamos uma cadela que todos os dias nos alegra a alma e o coração.
Tenho 3 afilhadas em hotel (a LISSI, a CHARLIZE e a RIHANA), não porque a Abra me sugeriu que lá as pusesse mas porque nos juntamos vários foristas deste site e fizemos uma "vaquinha". Tenho cumprido com aquilo a que me propus e continuarei a fazê-lo até que as meninas tenham uma casinha...
Já fui diversas vezes ao canil e o que vi lá foram jovens a trabalhar no duro, lavando as boxes com rodos e lixivia, enquanto outros cá fora passeiam os meninos para que as jaulas sejam limpas (sem eles lá dentro, para que não aconteça o que acontece em tantos canis que são lavados à mangueirada ficando os animais todos molhados).
Muito mais poderia dizer mas por tudo a que já assisti relativamente à permanência da Abra no canil de Braga penso que quem de direito deve pensar um pouco e agir com o coração. Pensar essencialmente no bem estar dos animais que infelizmente vão parar à sua "alçada"...
Bem haja a ABRA e todos os seus voluntários pelo excelente trabalho que têm feito. (já agora desculpem lá o testamento.
Lídia Lima
Lidia Lima
 
Mensagens: 289
Registado: Sexta Set 11, 2009 16:53
Localização: Porto

Re: Comunicado ABRA - 03 Outubro 2011

Mensagempor dolfa em Quinta Out 20, 2011 17:12

Agora é a Bianca (Ass. de Sesimbra) a ter de publicar um desmentido, sofreram tb eles graves acusações através do FaceBook :evil:
Andam parvos, só pode! Parvos são os que acreditam nas acusações porque quem as fomenta há-de ter um propósito, que mais tarde ou mais cedo será ao conhecimento geral.
Não é desta forma que se ajudam os animais!!

Pois é Lidia, a Lidia que tá perto e que os vê, aos voluntários a trabalhar lá no canil merece mais crédito do que qualquer acusação formulada "lá de longe".
Mas deixe-me falar-lhe do Vitor :D eu n o conheço, nunca o vi nem nunca lhe ouvi a voz mas vejo lá nas fotos o carinho dele a abraçar os patudos e, importantissimo para mim, há fotos da Tilda com ele a abraçá-la :P enquanto ela esteve no canil, o Vitor deu-lhe carinho, eu adoptei-a e sei que ela foi acarinhada por ele e pelos restantes voluntários, essa dedicação eu n vou esquecer.
Depois, conheci 3 voluntárias que vieram rever a minha Matilda, a Raquel, Lili e Helena. Não há duvida que gostaram de a rever e lhe deram muitos abraços. Adorei conhecê-las e serão sempre benvindas na minha casa.
Na verdade e em sã consciencia quem pode presumir que o canil de Braga sem a Abra ficará melhor?!
Eu p.ex. de cada vez que ouço falar em Braga, só me lembro da Abra :lol: Braga isto, Braga aquilo e eu só vejo a Abra á frente. Nem conheço o Bom Jesus mas já cá tenho uma Bracarense em casa, vinda directamente das mãos Abra.

Meninas Patinhas e Dani, digam-me lá como querem fazer para levar tb a minha assinatura, assino e envio pelos CTT? Ou basta enviar por mail?
Á saida do cinema uma pulga pergunta a outra:
- Vamos de carro ou de cão?



Tufo lindo do meu coração...amar-te-ei até ao final dos tempos!...
Avatar do utilizador
dolfa
 
Mensagens: 2908
Registado: Sexta Jan 02, 2009 18:20

Re: Comunicado ABRA - 03 Outubro 2011

Mensagempor Brunynha em Quinta Out 20, 2011 21:00

No meio de todas as acusações que temos sido alvo as que mais custam são a de nos chamarem de "assassinos" e a de dizerem que ganhamos dinheiro à custa dos animais.
Como é possível chegarmos a este ponto?
Como podemos ser nós assassinos quando dá-mos de nós o que podemos e o que não podemos? Como podemos nós ganhar dinheiro à custa deles quando muitas vezes tirámos dos nossos bolsos para pagar tratamentos, esterilizações e até mesmo mensalidades?

Fazer voluntariado num canil de abate não é fácil, brincar com eles, passeá-los, beijá-los, acarinhá-los, abraça-los, preparar-lhes a cama, dar-lhes de comer e muitas vezes sentados no chão a dar de comer à boca aos canitos com mais dificuldade, olhar para os olhos e eles a dizerem "tira-me daqui” e depois no dia seguinte eles já não se encontrarem lá. Dói muito, todos os dias ao deitar pensamos como gostaríamos de os trazer a todos para casa, pensamos que amanhã temos este e aquele assunto para tratar para salvarmos mais uma vida.

Pedimos desculpa por não os conseguirmos salvar, sentimos culpa sem a ter.

Quantos de nós por vezes colocamos estudos, trabalho e família de lado para ir fazer uma visita prévia e uma visita após adopção, para levar um animal ao veterinário, para ir levar ao Hotel e FAT’s, para ir ajudar a equipa que naquele dia está desfalcada? Os voluntários fazem isso diariamente, dia após dia. Este voluntariado não é pontual, não é apenas um dia por semana… Este voluntariado são 7 dias por semana, 365 dias por ano, são horas e horas por dia, faz parte da nossa vida.

Debaixo de chuva ou de sol estamos lá, sem falhar!

Já não sabemos viver sem os “nossos” meninos/as e posso dizer que sou uma pessoa privilegiada, sim porque a sorte é minha por conviver e conhecer seres tão maravilhosos como os cães e gatos que passam pelo canil/gatil.
Todos que viram estrelinhas não são esquecidos, ficam bem guardados no nosso coração e silenciosamente choramos a sua partida.

Todos nós ama cada animal que entra, sem excepção.

Apesar de tudo o que eles nos dão em troca vale muito mais que o dinheiro, o sorriso, o abanar da cauda, o latir de felicidade, um pulo para receber um mimo, as patinhas para cima para receberem festas na barriga, o deitar da cabeça nas nossas pernas e mãos para receberem mais um mimo e uma lambidela de amor isso sim é o que ganhamos em troca.

Não queremos nada em troca a não ser o bem estar deles e a sua dignidade, é essa a nossa luta diária e é por eles que continuaremos a lutar, só e apenas por eles.

Tudo o que se anda a passar, o desaparecimento injustificado dos animais é uma injustiça para connosco, que cuidamos deles enquanto estão naquele ambiente, não vamos pura e simplesmente lá só para os tirarmos.
O mínimo era sermos informados do seu paradeiro.
Já alguém se questionou o que seria deles sem nós? O que seria deles até ao momento da saída ou até no caso de nunca saírem?

Nós ABRA pensamos e é por pensarmos nisso que tanto atacados somos, porque para a maioria da sociedade a palavra "abate" é a principal e a qualidade de vida é posta de parte, o que importa é o coração bater mas em que condições isso para muitos não interessa.

Não desistiremos, mesmo que por vezes pensemos que virar costas seria mais fácil, o nosso amor por eles, a nossa consciência por conhecermos a realidade não nos permite tal coisa e por isso todos continuaremos a aguentar as injustiças.

Estamos de consciência tranquila e isso é fundamental.
"A compaixão pelos animais está intimamente ligada à bondade de carácter, e pode ser seguramente afirmado que quem é cruel com os animais não pode ser um bom homem." - Artur Schopenhauer
Brunynha
 
Mensagens: 2436
Registado: Segunda Out 18, 2010 00:16
Localização: Braga

Re: Comunicado ABRA - 03 Outubro 2011

Mensagempor PATINHAS em Quinta Out 20, 2011 21:14

Cada palavra é um trunfo que temos para mostrar a verdade a quem duvidamos!
Fico feliz porque voluntários e pessoas que acreditam estão juntos na mesma luta para repor a verdade e dar voz a quem não tem voz.
Juntos venceremos!!!!!

Dolfa ainda estamos a pensar como fazer o abaixo assinado. Provavelmente não será levado nesta reunião mas entregue posteriormente com outras provas que esperamos conseguir.
Tragam forças para esta luta!
PATINHAS
 
Mensagens: 1339
Registado: Terça Maio 04, 2010 12:08
Localização: Santo Tirso

Re: Comunicado ABRA - 03 Outubro 2011

Mensagempor abralili em Quinta Out 20, 2011 22:35

Obrigada a quem não duvidou da ABRA, obrigada a quem duvidou mas se questionou procurando a verdade e obrigada a quem nos ajuda a repor a verdade
Obrigada a todos os voluntários em especial os mais novos que no calor de tanta indignação nunca desrespeitou uma das mais fundamentais regras da ABRA que é o não comentar nem responder nada sem ser nos nossos canais próprios , obrigada por mesmo nos sentindo desrespeitados e humilhados, sim pq quando AGERE proibiu a ABRA de ir fazer voluntariado no canil tb nos proibiu de fazer visitas ao canil como qualquer cidadão, os voluntários todos os dias iam tentar fazer a sua escala ou tentar verificar se os pequenos estavam bem e foi nos sempre negada a entrada víamos descer todas os visitantes e víamos subir alguns com animais adoptados, fomos tratados como criminosos e cidadãos de segunda, nem isso nos demoveu ,mas nunca nos iremos esquecer … :|
abralili
 
Mensagens: 489
Registado: Sexta Abr 28, 2006 16:01

Re: Comunicado ABRA - 03 Outubro 2011

Mensagempor Kelinha em Quinta Out 20, 2011 23:15

Já tanta coisa foi dita..Não me vou alongar
Pessoal..Voluntários..Quero apenas deixar-vos muita força..Não se deixem ir abaixo por todas estas acusações injustas..Sei que é difícil, acredito!!Mas sejam fortes, por todos os patudos que precisam de vocês..Nós estaremos deste lado a ajudar em tudo o que nos fôr possível

Carmo se fôr preciso "reforços" contem comigo também :wink:
Enquanto não amamos um animal, uma parte da nossa alma permanecerá adormecida
Kelinha
 
Mensagens: 7042
Registado: Sexta Ago 08, 2008 15:36
Localização: Lordelo - Guimarães

Re: Comunicado ABRA - 03 Outubro 2011

Mensagempor PATINHAS em Sexta Out 21, 2011 10:21

M uito obrigado Kelinha!
Duvido que só numa reunião consigamos provar a verdade.
Por isso vamos precisar de toda a força.

Lili, estamos presentes porque sempre acreditamos na vossa missão. E vamos continuar a estar.
Uma palavra de apreço a todos os voluntários.
Os heróis fazem-se em pequenos momentos!
PATINHAS
 
Mensagens: 1339
Registado: Terça Maio 04, 2010 12:08
Localização: Santo Tirso

Próximo

Voltar para COMUNICADOS ABRA

Quem está ligado

Utilizadores a navegar neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante

cron